DiurVin

16.50 c/IVA

Retenção de líquidos         

Formato

Frasco de 50ml

 

Benefícios

– Promove a diurese e a atividade desintoxicante

DIURVIN_Q1a.png

ALEGAÇÕES DE SAÚDE

Este produto é específico para retenção de líquidos, pois é capaz de promover a eliminação do excesso e melhorar a estimulação da função renal. Além disso, a ação é mais eficaz na medida em que, ao lado do líquido, as toxinas metabolizadas são eliminadas. Portanto, é recomendado em todos os casos em que é importante remover o excesso de líquido, nomeadamente, celulite, edema nas pernas, sensação de inchaço e peso.

INGREDIENTES

Extratos hidroalcoólicos (água, suco de uva, etanol, parte vegetal 20%) de: partes aéreas de Pilosela (Hyeracium pilosella L.), barbas de Milho (Zea mays L.), bagas de Mirtilo (Vacciunium macrocarpon Aiton), Espargos (Asparagus officinalis L.) raiz, Banaba, (Lagerstroemia, speciosa, (L.), Pers) folhas, Uva-ursina, (Arctostaphylos, uva-ursi, (L.), Spreng.), folhas, raiz de Ruibarbo (Rheum palmatum L.), folhas de Erva-de-ouro (Ceterach officinarum DC), folhas de Chá de Java (Orthosiphon stamineus Benth), raiz de Bardana (Arctium lappa L.), bagas de sabugueiro (Sambucus nigra L.).

Constituintes ativados de acordo com o método Espagírico.

CONTRAINDICAÇÕES

O produto é contraindicado em caso de insuficiência renal grave. Contraindicado em caso de hipersensibilidade a um dos constituintes.

EFEITOS SECUNDÁRIOS

Não detetado em doses normais. A sobredosagem pode causar distúrbios gastrointestinais menores.

PRECAUÇÕES

Manter fora do alcance das crianças. Não superar a dose diária recomendada. Os suplementos alimentares não se destinam a substituir uma dieta alimentar variada e diversificada, nem um estilo de vida saudável.

PRINCIPAIS CAUSAS DE RETENÇÃO DE LÍQUIDOS

DIURVIN_Q3.png

PRINCÍPIOS ATIVOS

PILOSELA – A planta contém flavonoides responsáveis por um efeito diurético, aumentando o volume de urina e a taxa de excreção de substâncias nitrogenadas.

MILHO – Os estigmas do milho contêm várias substâncias, em particular, sais minerais de potássio e flavonoides responsáveis pela ação diurética.

ESPARGOS – O medicamento é derivado da raiz intercalada e da gordura dos espargos, em que são encontradas principalmente saponinas (sarsapogenina) e oito outros glicosídeos esteroides (asparagoside) que exercem um efeito estimulante sobre os tecidos renais e da bexiga.

BANABA – Especialmente na forma de extrato hidroalcoólico e graças à presença de substâncias tânicas, é capaz de melhorar a função renal.

CHÁ DE JAVA – Graças à sua propriedade de aumentar a excreção de fluidos, é tradicionalmente usado para facilitar a perda de peso. A administração de Orthosiphon produz um aumento na diurese e excreção de sódio. A planta contém flavonoides com atividade antioxidante e outras substâncias

capaz de reduzir a pressão arterial.

UVA-URSINA – Espécie de arando europeu. As folhas de Uva-ursina contêm flavonoides, taninos e ácidos fenólicos e representam um remédio para cistite. Em particular, os taninos favorecem a função diurética.

ERVA-DE-OURO – Contém substâncias amargas, ácidos fenólicos (ácido gálico) e mucilagem, taninos e flavonoides glicósidos. Estes estão certamente envolvidos na estimulação da produção de urina juntamente com sais minerais, dos quais esta planta é naturalmente rica.

RUIBARBO – Esta raiz de ruibarbo contém duas classes de substâncias que têm forte ação contra a mucosa visceral e a musculatura lisa:  taninos e antraquinonas. Os taninos exercem uma ação obstipatória leve, presumida onde as doses são baixas, libertando antraquinonas, tais como ácido crisofânico, emodina, aloé emodina e outros, que exercem uma ação laxante. Esta ação é, portanto, modulado pela presença de tanino.

BAGAS DE MIRTILO – Propriedades diuréticas e remineralizantes. Também é usado para as propriedades antissépticas do trato urinário devido a ambos os bactericidas ou ação bacteriostática de ácidos orgânicos (particularmente o ácido quinico e o ácido benzoico), seja para a ação antiaderente (substância polimérica que está presente nas drogas), o que impede que as bactérias colonizem a superfície do trato urinário.

BARDANA – Uso tradicional como limpeza do fígado e indiretamente como um dermo-purificador. Antibacteriano e bacteriostático, efeitos devido à ação de poliacetilenos e estimulando a diurese facilitando a eliminação de catabólitos tóxicos.

BAGAS DE SABUGEIRO – Conhecidos pelo seu uso popular para propriedades diaforéticas e diuréticas devido à presença de flavonoides.